Benefícios da ingestão de Ômega 3 na gravidez

Nutricionista explica quais os benefícios da ingestão de Ômega 3 para mãe e bebê.

  • Benefícios da ingestão de Ômega 3 na gravidez

O consumo de alimentos ricos em Ômega 3 é indicado para todos, mas especialmente para gestantes, pois têm um papel importante para o desenvolvimento cerebral e da retina do bebê. De acordo com Lenycia Neri, nutricionista do Instituto da Criança do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade São Paulo (FMUSP), estudos científicos apontam que o consumo de ômega 3 previne, ainda, o parto prematuro de origem espontânea e diminui, consequentemente, o risco de o bebê nascer com baixo peso.
 
Desde 2007, a Comissão Europeia recomenda que a ingestão de Ômega 3 DHA seja de, no mínimo, 200 mg ao dia para gestantes e lactantes. O Ômega 3 é um ácido graxo essencial para o organismo não sintetizado naturalmente e que, por isso,  precisa ser consumido na dieta. Presente em peixes como salmão, sementes de linhaça, nozes e azeite de oliva, o ômega 3 é composto por três frações específicas: ALA (ácido alfa-linolênico), EPA (ácido eicosapentaenóico) e  DHA (ácido decosahexanóico).
 
"O consumo de Ômega 3 somente por meio dos alimentos dificilmente entregará a fração correta de DHA que a gestante necessita, por isso, na  maioria das vezes é recomendável a suplementação", salienta Lenycia. Pesquisas mostram que gestantes e lactantes brasileiras, particularmente, apresentam ingestão deficiente de ácidos graxos Ômega 3, em especial DHA.
 
"Em todos os casos em que a gestante não consegue suprir por meio da alimentação a quantidade necessária de Ômega 3, que é de pelo menos duas porções semanais de peixes ricos em Ômega 3 e de origem segura, a suplementação é indicada".
 
Uma sugestão da nutricionista é o alimento funcional Proepa Gesta, da linha de nutracêuticos do laboratório Aché, que contém Ômega 3 com DHA concentrado. Proepa Gesta ajuda na prevenção de parto prematuro de origem espontânea e no desenvolvimento cerebral do bebê. Cada cápsula contém 250mg de DHA concentrado. A recomendação é que a gestante tome de 1 a 2 cápsulas ao dia ou conforme a orientação do ginecologista obstetra responsável pelo seu pré-natal, um especialista deve sempre ser consultado.   
 
"Os ácidos graxos Ômega 3 fazem parte das membranas das células nervosas, portanto, toda formação do sistema nervoso do bebê: cérebro, medula espinhal e nervos dependem do consumo de Ômega 3 para o desenvolvimento adequado",  explica Lenycia.
 
A ingestão de Ômega 3 DHA durante a fase de lactação também é  recomendada. "É importante manter a suplementação durante todo o período da amamentação porque o bebê recebe os benefícios Ômega 3 através do leite materno.
 
Fonte
https://br.mulher.yahoo.com/benef%C3%ADcios-da-ingest%C3%A3o-de-%C3%B4mega-3-na-gravidez-133515017.html

Comentários