Arnica

A arnica possui as propriedades medicinais devido aos flavonóides. Dentre os principais podemos citar: cicatrização de ferimentos superficiais, combate de hemorragias leves, um ótimo antiinflamatório natural de uso externo. A arnica não deve ser utilizada por via oral, por ser hepatotóxica.

  • Arnica

Da família das Asteráceas, a mesma do Girassol, a Arnica é uma planta que vem desde muito longe sendo utilizada pela fitoterapia por suas propriedades terapêuticas diversas.
 
O nome arnica significa pele de cordeiro e lhe foi atribuído em função da aparência de suas folhas aveludadas de toque suave e macio. É uma planta de regiões temperadas que floresce em abundância na América do Norte (ocidental). Das mais variadas espécies a Arnica Montana é a mais conhecida, popularmente chamada de arnica das montanhas, tabaco das montanhas ou arnica verdadeira.
 
A arnica possui as propriedades medicinais devido aos flavonóides. Dentre os principais podemos citar: cicatrização de ferimentos superficiais, combate de hemorragias leves, um ótimo antiinflamatório natural de uso externo. A arnica não deve ser utilizada por via oral, por ser hepatotóxica.
 
Propriedades da Arnica
 
A arnica possui diversas propriedades medicinais e, consequentemente, muitos e variados usos terapêuticos. Os mais conhecidos são os efeitos cicatrizantes em lesões superficiais, bem como, efeitos anti-inflamatórios, combate hemorragias e em caso de febre é utilizada como um antipirético natural.
 
Com propriedades analgésicas (alivia dores) e anti-inflamatórias combinadas, a arnica é amplamente usada para tratar contusões, distensões musculares, roturas de ligamentos, clarear e desfazer edemas e hematomas, entorses, cicatrização de ferimentos e furúnculos, reumatismos, traumatismos e outras lesões desportivas. Além de ser considerada estimulante e ter propriedades tônicas.
 
Apresentações e usos da Arnica
 
Tintura de Arnica:
Apresenta-se como infusão alcoólica – tintura, que é muito usada para contusões e lesões em geral.
 
Compressa de Arnica:
Também é uma infusão das flores da arnica, mas sem álcool eficaz em casos de traumas, para uso externo adulto ou infantil.
 
Pomada de Arnica:
São preparações farmacêuticas de consistência cremosa, destinadas ao uso externo, também feitas com extrato de flores frescas de Arnica. Utiliza-se em caso de contusão ou distensão. Recomenda-se massagear a área afetada.
 
Gel de Arnica:
São preparações farmacêuticas de consistência gelatinosa com sensação refrescante destinadas ao uso externo tem efeito anti-inflamatório, antisséptico e contribui para o alívio da dor (analgésico). Recomenda-se massagear a área afetada.
 
Chá de Arnica:
O chá com as flores pode ser usado como compressa para relaxar a musculatura lesionada. O uso interno deve sempre ser feito sob orientação médica.
 
Precauções
 
O Chá das folhas pode ser tóxico causando vômitos, dores abdominais, abortos, bolhas na pele e aumento da pressão arterial.
 
Não utilizar em feridas expostas, profundas, sem pele.
 
Fonte:
http://www.buscasaude.com.br/personal-trainer/beneficios-da-arnica/
http://pt.wikipedia.org/wiki/Arnica

Comentários