Conheça bons vinhos para a hora da sobremesa

Existem vinhos para todos os momentos, inclusive para a hora da sobremesa. Certamente um dos muitos rótulos recomendados para serem servidos com docinhos vai acabar lhe conquistando.

  • Conheça bons vinhos para a hora da sobremesa

Existem vinhos para todos os momentos, inclusive para a hora da sobremesa. E se você acha que vinho doce é coisa de mulher ou que só os vinhos fortificados têm espaço na mesa no fim da refeição, vale rever seus conceitos. Certamente um dos muitos rótulos recomendados para serem servidos com docinhos vai acabar lhe conquistando.
 
Podridão nobre
 
Falando assim, parece que é coisa ruim -- longe disso! O nome desse tipo de vinho vem de sua produção. As uvas são contaminadas por um fungo que, ao desidratar a uva, acaba por alterar seu gosto, deixando-o mais doce. O francês Sauternes é o tipo mais famoso.
 
Um vinho com produção parecida é o húngaro Tokaji. O clima frio e úmido da região nordeste do país facilita a proliferação do fungo e deixam as uvas extremamente doces. Para completar, os vinhos envelhecem por até oito anos nos barris.
 
Colheita tardia
 
Quanto mais tempo a uva fica na videira, mais doce ela fica -- ela perde água e concentra mais açúcares em seu interior. A produção acontece mais no chamado Novo Mundo, porque o clima um pouco mais quente permite que as frutas possam ser colhidas mais tarde, mas há rótulos alemães e franceses igualmente saborosos.
 
Vinho de gelo
 
Parece nome de bebida vinda do "Game of Thrones" -- mas o nome faz sentido quando você descobre que esse tipo de vinho é feito com uvas maduras que acabaram congeladas quando ainda estavam no pé -- isso também ajuda a concentrar os açúcares da fruta. De produção limitada, os ice wines ou eiswein são produzidos no Canadá e na Alemanha, onde o clima permite esse congelamento natural.
 
Moscatel
 
Um tipo de vinho doce que também costuma ser servido em sobremesas é o Moscatel. Trata-se uma família de uvas com mais de cem varietais, e que também atende por Muscat (em francês) e Moscato (em italiano). Os rótulos mais conhecidos são os portugueses da região de Setúbal -- mas a uva também rende espumantes, inclusive no Brasil.
 
Fonte: Anna Fagundes Do UOL
https://comidasebebidas.uol.com.br/noticias/redacao/2017/08/31/para-terminar-bem-conheca-alguns-vinhos-bons-para-a-hora-da-sobremesa.htm

Comentários