Graviola

A graviola serve para tratar doenças, como gastrite, úlcera, obesidade, prisão de ventre, diabetes, problemas digestivos, doenças no fígado, hipertensão, depressão, insônia, enxaquecas, gripes , vermes, diarreia e reumatismos. A estudos para saber se a graviola cura o câncer ou não.

  • Graviola

A graviola é uma fruta, também conhecida como jaca do Pará ou jaca de pobre, utilizada como fonte de fibras e vitaminas, sendo o seu consumo recomendado em casos de prisão de ventre, diabetes e obesidade.
 
A fruta possui um formato oval, com a casca na cor verde-escuro e coberta de “espinhos”. A parte interna é formada por uma polpa branca com o sabor levemente adocicado e um pouco ácido, sendo utilizada na preparação de vitaminas e sobremesas.
 
O seu nome científico é Annona muricata L. e pode ser comprada em mercados e lojas de produtos naturais.
 
Para que serve a graviola
 
A graviola serve para tratar doenças, como gastrite, úlcera, obesidade, prisão de ventre, diabetes, problemas digestivos, doenças no fígado, hipertensão, depressão, insônia, enxaquecas, gripes , vermes, diarreia e reumatismos.
 
A estudos para saber se a graviola cura o câncer ou não.
 
Propriedades da graviola
 
As propriedades da graviola incluem a sua ação diurética, sedativa, antiespasmódica, vermífuga, expectorante, adstringente, vitaminizante, anti-inflamatória e antirreumática.
 
Modo de uso da graviola
 
A graviola pode ser usada na forma natural, sob forma de chá, sucos e também em cápsulas.
 
Chá de graviola para digestão: Adicionar 10 g de folhas de graviola secas em 1 xícara de água fervente.Tomar 2 a 3 xícaras diariamente após as refeições.
 
Efeito colateral da graviola
 
O efeito colateral da graviola é o fato de baixar a pressão arterial.
 
Contraindicações da graviola
 
A graviola está contraindicada para indivíduos com caxumba, aftas ou ferimentos na boca, pois sua acidez pode provocar dor. Grávidas e indivíduos com hipotensão também devem evitar o consumo da graviola, pois a fruta pode provocar aborto.
 
Fonte:
http://www.tuasaude.com/graviola/

Comentários